Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
A safra da cana-de-açúcar e o desenvolvimento de uma região
Publicado em 29/04/2021 às 14h37
Foto Notícia
O mundo todo está sofrendo com a pandemia de Covid-19. Na região de Rio Preto não é diferente. Conhecida por seu forte comércio, desde março de 2020 vem presenciando o fechamento de lojas, demissão de funcionários, restrições de funcionamento e até um lockdown de 15 dias em todos os setores da economia. Os empresários e seus colaboradores veem um cenário desafiador para conseguir voltar aos patamares de antes. Entretanto, o mês de abril trouxe uma esperança, pois é marcado pelo início da safra da cana-de-açúcar no Centro-Sul do País. O novo ciclo é importante para o setor sucroenergético, em especial para as regiões com usinas. Afinal, a safra traz empregos e renda para o setor e seu impacto também é sentido nos segmentos de comércio e serviços.

Ao todo, a grande região de Rio Preto conta com 28 usinas ativas que colaboram com o protagonismo do setor e é considerada uma das mais importantes na produção do etanol. Além de promover o biocombustível, açúcar e energia, as usinas geram movimentação financeira para muitos munícipios no entorno da região, pois os empregados do setor direcionam seu dinheiro ao comércio regional, colaborando com o seu desenvolvimento. Um exemplo é Rio Preto, considerada a "metrópole" da região com a sua forte vocação para o comércio e a prestação de serviços.

Segundo o levantamento de fevereiro do Caged, do Ministério do Trabalho e Emprego, de fevereiro, o município tem mais de 138 mil postos de trabalho com carteira assinada, sendo 69 mil do setor de serviços e mais de 39 mil de comércio. São os principais empregadores da cidade, que é reconhecida pela sua força no Agro mesmo sem abrigar indústrias de cana.

Rio Preto dispõe de infraestrutura robusta e voltada para serviços. Do pequeno agricultor até os grandes players do setor - todos encontram no munícipio uma maior oferta de insumos e equipamentos para expandir negócios e colher os frutos de uma safra com bons resultados. Além disso, é considerada uma ótima cidade para se visitar, passear, fazer compras. Ao andar pelas ruas, é possível observar que os clientes vêm de outras cidades da região, atraída pela qualidade dos serviços ali oferecidos pelos shopping centers, restaurantes, lojas, concessionárias, entre outros prestadores, com potencial de crescer com o setor sucroenergético, já que a maioria dos visitantes está ligada a ele por algum vínculo profissional ou comercial.

A cana-de-açúcar tem um papel fundamental na vida de milhões de pessoas. No interior do País, desenvolve regiões, cria empregos e fortalece a economia. No resto do mundo, é fundamental em matriz energética limpa. A roda é imensa e não para de girar e vira uma engrenagem para outras áreas. Sem dúvida alguma, a safra que se inicia continuará a expandir ainda mais os benefícios do setor sucroenergético. Fora isso, em um momento delicado para o comércio, é um alento para a região de Rio Preto. Boa safra para todos nós!

Jacyr Costa Filho
Presidente do Conselho Superior do Agronegócio (Cosag) da Fiesp.
Os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores, não representando,
necessariamente, a opinião e os valores defendidos pela UDOP.
Mais Lidas