Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Ministério da Agricultura estima Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) em R$ 1.1 trilhão
Publicado em 17/06/2021 às 17h34
O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) estimou o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) para 2021 em R$ 1.11 trilhão. O resultado recorde, obtido a partir de novos cálculos realizados em maio, é 11,8% superior ao de 2020, que foi de R$ 993.9 bilhões.

O crescimento, a exemplo de projeções anteriores, pode ser atribuído, segundo o Mapa, "ao excepcional desempenho das exportações de soja e carnes, aos preços favoráveis e à expressiva safra de grãos, apesar da ocorrência de problemas relacionados à falta de chuvas".

O VBP das lavouras foi estimado em R$ 765.4 milhões em 2021, com crescimento de 15,8% em relação a 2020 (R$ 660.8 bilhões). Ao lado da pecuária, as lavouras obtiveram em 2021 o valor mais elevado em 32 anos.

Os maiores acréscimos do VBP foram verificados na produção de soja (31,9%, que deverá registrar R$ 366.8 bilhões), milho (20,3%, para R$ 136.5 bilhões), trigo (35,1%, para R$ 12.5 bilhões) e arroz (5,7%, para R$ 20.8 bilhões). Com crescimento mais modesto, cana-de-açúcar (1,70%) e cacau (1,40%) também mereceram destaque.

Por outro lado, o Mapa estimou quedas para algodão (0,30%, para R$ 25.9 bilhões), café (17,70%, para R$ 32.9 bilhões), banana (1,80%, para R$ 13.4 bilhões), mandioca (2,90%, para R$ 11.7 bilhões), feijão (5,10%, para R$ 14.4 bilhões), tomate (20,70%, para R$ 10.1 bilhões), entre outros produtos.

Segundo o coordenador de Avaliação de Políticas e Informação da Secretaria de Política Agrícola do Mapa, José Garcia Gasques, as baixas ocorrem devido a efeitos de menores preços ou de menores quantidades produzidas.

Pecuária
Com relação às principais cadeias da pecuária, o ministério aumentou sua projeção para o VBP para R$ 345.7 milhões. O crescimento é de 3,80% em relação a 2020 (R$ 333 bilhões).

Os bovinos encabeçam o segmento, com o VBP totalizando R$ 153.9 bilhões este ano, 7,60% acima de 2020. Para o frango, a projeção é de alta de de 4,80%, com R$ 94.8 bilhões. Já para os suínos, o valor é de R$ 30.4 bilhões, com queda de 3,80%.

Além disso, o Mapa estimou quedas para o leite (0,30%, para R$ 49.3 bilhões) e os ovos (6,50%, para R$ 17.3 bilhões).

Regiões

No ranking regional do VBP, Mato Grosso continua mostrando liderança, com participação de 17,2% no valor, seguido por Paraná (13,2%), São Paulo (11,2%), Rio Grande do Sul (10,8%), e Minas Gerais (10%).
Fonte: Sociedade Nacional de Agricultura
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas