Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Raízen vai construir sua segunda planta de etanol celulósico
Publicado em 25/06/2021 às 09h41
Foto Notícia
Em comunicado ao mercado a diretoria do Grupo Raízen anunciou nesta sexta-feira (25) que construirá sua segunda planta de etanol celulósico (E2G) que será integrada à unidade Bonfim, localizada em Guariba/SP. A nova planta de E2G, prevista para começar a operar em 2023, terá capacidade instalada de produzir 82 milhões de litros de etanol de segunda geração por safra, o dobro da capacidade da outra planta de E2G mantida pelo grupo.

Com o investimento, a Usina Bonfim passará a produzir, além do etanol celulósico, açúcar, etanol de primeira geração e energia elétrica a partir da biomassa da cana, a Bonfim também abriga "a primeira planta de Biogás da Companhia, inaugurada em outubro de 2020".

Ainda no comunicado, a Raízen informa que com o início da operação desta segunda planta, a capacidade total de produção do grupo será de aproximadamente 120 milhões de litros de etanol E2G por ano.

"O anúncio da nova planta atende a crescente demanda pelo produto no mercado internacional, com 91% do seu volume já comercializado em contrato de longo prazo com um player global de energia. Com o domínio da tecnologia, a Raízen se consolidará como o único produtor mundial a operar 2 plantas de etanol celulósico em escala industrial", destaca a nota assinada por Marcelo Eduardo Martins, da vice-presidência de Relações com Investidores do grupo.
Rogério Mian
Fonte: Agência UDOP de Notícias
Copyright© 2008 - UDOP.
Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.
Mais Lidas