Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Com alta de preço no Brasil, já está mais barato comprar milho da Argentina
Segundo o analista Carlos Cogo, na base Campinas-SP, o valor da saca está em R$ 97, enquanto o milho importado da Argentina é cotado a R$ 91
Publicado em 21/07/2021 às 17h16
Com a disparada dos preços do milho no Brasil, o comprador já pode encontrar preços mais vantajosos na importação do cereal. Segundo a Cogo Inteligência em Agronegócio, enquanto o preço no Indicador Cepea base Campinas (SP) chega a R$ 97,48 a saca de 60 kg, o valor do cereal importado da Argentina está em R$ 91,82.

De acordo com Carlos Cogo, diretor da Cogo Inteligência em Agronegócio, esse movimento de preços está estimulando as operações de importação.

"Temos contratos em torno de 2 milhões de toneladas que seriam para exportação, mas foram convertidos para o mercado interno, operação conhecida como wash out. O produtor que fez um contrato para exportação em julho e agosto tem uma cotação menor do que eu comprador oferece para ele no mercado interno. Com isso, a oferta é voltada para o mercado interno que está remunerando melhor", destaca.

Segundo o analista, o cenário favorece a redução das exportações e abre mais espaço para as compras de milho, especialmente do Paraguai e agora também da Argentina, que está em processo final de colheita.

"A partir de agora teremos um movimento mais alto de importações, mas isso não impede uma reação nos preços do milho. No entanto, pode funcionar como um limitador para as cotações no mercado interno", avalia Cogo.
Fonte: Canal Rural
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas