Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Conselheiro de Segurança dos EUA vem ao Brasil para visita com foco em 5G e Meio Ambiente
Publicado em 03/08/2021 às 17h04
O conselheiro de Segurança Nacional do governo dos Estados Unidos, Jake Sullivan, vem ao Brasil na próxima quinta-feira para uma série de reuniões com representantes do governo brasileiro, em uma agenda em que Meio Ambiente e o leilão de 5G devem ser os temas principais.

Em nota distribuída pela embaixada norte-americana em Brasília, a porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, Emily Horne, informa que "a delegação se reunirá com líderes para discutir oportunidades para fortalecer a parceria estratégica Brasil-EUA, melhorar a estabilidade regional, avançar os objetivos climáticos, colaborar com a infraestrutura digital e ajudar a traçar um caminho de recuperação da pandemia da Covid-19."

Apesar do novo governo do democrata Joe Biden ser mais discreto nas pressões, a posição norte-americana de evitar a entrada de equipamentos chineses 5G na América Latina --especialmente no Brasil-- se mantém e, com a proximidade do leilão da tecnologia no Brasil, a janela para qualquer influência se fecha.

Pressionado pelas operadoras, que já usam os equipamentos chineses, o governo não impôs restrições ao uso de material da Huawei nas redes regulares de 5G, mas criou no edital do leilão uma rede privada para o governo federal e serviços de segurança, a ser financiada pelas empresas, que não poderá usar os equipamentos chineses.

A decisão, no entanto, não responde à intenção norte-americana que, como no governo Trump, é de ver os chineses banidos do sistema.

Outro tema que entrará nas conversas de Sullivan com o governo brasileiro é o Meio Ambiente. O governo brasileiro negocia um acordo de financiamento com os EUA para ações de Meio Ambiente, mas a postura do ex-ministro Ricardo Salles, que deixou o governo há dois meses, era mal vista pelos norte-americanos.

No momento, o enviado especial para o clima do governo Biden, John Kerry, tem conversado mais com governadores --com quem se reuniu semana passada para tratar do eventual financiamento de programas estaduais de combate ao desmatamento-- do que com o governo federal.
Reuters
Texto extraído do portal Notícias Agrícolas
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas