Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Contratos futuros do açúcar fecham em baixa nas bolsas internacionais
Publicado em 20/08/2021 às 08h00
Foto Notícia
Os contratos futuros do açúcar fecharam em baixa nesta quinta-feira (19) nas bolsas internacionais. O dia foi marcado por uma ampla liquidação de investidores após fracos sinais da macroeconomia e pela preocupação com aumento de casos de Covid-19, segundo apurou a Reuters.

Em Nova York, na ICE, o açúcar bruto fechou, no vencimento outubro/21, contratado em 19,79 centavos de dólar por libra-peso, baixa de 38 pontos no comparativo com a véspera, ou 1,9%. Já a tela março/22 recuou 37 pontos, negociada a 20,41 cts/lb. Os demais contratos caíram entre 8 e 28 pontos.

Ainda segundo a Reuters, o petróleo fechou abaixo dos 66 dólares o barril, uma mínima desde maio, pressionado por preocupações com fraca demanda resultando de um aumento nos casos de Covid-19, assim como a força do dólar dos Estados Unidos e o surpreendente aumento de estoques de gasolina dos EUA.

"Os fracos preços do complexo de energia podem levar a mais uso de cana-de-açúcar para produzir açúcar ao invés do biocombustível etanol", destacaram analistas ouvidos pela Agência Internacional de Notícias.

A queda só não foi maior pelo fato do mercado ainda estar sustentado pela previsão reduzida de produção no Brasil. "O Brasil cortou a sua previsão para produção de açúcar e etanol de 2021/22 na região centro-sul do país, com chuvas insuficientes e um inverno excepcionalmente rigoroso tendo um impacto na produtividade".

Açúcar branco

Em Londres o açúcar branco também fechou no vermelho nesta quinta-feira (19) em todos os lotes. O vencimento outubro/21 foi contratado a US$ 494,50 a tonelada, recuo de 10 dólares no comparativo com quarta-feira. A tele dezembro/21 desvalorizou 9,10 dólares. Os demais lotes caíram entre 90 cents e 8,30 dólares.

Açúcar cristal

O mercado doméstico por sua vez fechou em forte alta pelo Indicador Cepea/Esalq, da USP. Ontem, a saca de 50 quilos do tipo cristal foi negociada a R$ 133,91, contra R$ 130,95 da véspera, valorização de 2,26% no comparativo entre os dias.

Etanol hidratado

Pelo terceiro dia seguido as cotações do etanol hidratado fecharam desvalorizadas pelo Indicador Diário Paulínia. Ontem, o metro cúbico do biocombustível foi negociado a R$ 3.222,00, desvalorização de 3,50 reais no comparativo com os preços de quarta-feira.
Rogério Mian
Fonte: Agência UDOP de Notícias
Copyright© 2008 - UDOP.
Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.