Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Morre aos 107 anos Fernando Penteado Cardoso
Ficou conhecido depois de criar e dirigir a Manah Fertilizantes por mais de 50 anos
Publicado em 08/09/2021 às 09h52
Foto Notícia
Faleceu nesta terça-feira (7) o engenheiro agrônomo Fernando Penteado Cardoso. Ele nasceu em São Paulo, em 1914, em plena turbulência da primeira guerra mundial e, portanto, tinha 107 anos e completaria 108 no próximo dia 19. Ficou conhecido depois de criar e dirigir a Manah Fertilizantes por mais de 50 anos, antes dela ser adquirida pela Bunge, em 2000. Também idealizou e implantou a Fundação Agrisus em 2001, única entidade privada dirigida à pesquisa agronômica, que recebe projetos de todas as partes do país. Também era empresário rural em várias cidades do interior paulista, como Mogi Mirim (SP), local onde ainda tem fazenda e passava a quarentena devido ao coronavírus.

Cardoso era formado em Agronomia pela escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, em 1936. Desempenhou também várias atividades classistas e públicas, inclusive como secretário de Agricultura do Estado de São Paulo, em 1964.

"Arregacem as mangas e vão em frente. Não se intimidem, nem se sintam diminuídos, se tiverem que começar pelo começo. Estudem sempre, a vida toda, para manterem-se em dia com a ciência, com a tecnologia e com a economia. Tenham sempre disposição para mudar. Não se deixem fossilizar. Os vários patamares do sucesso se condicionam sempre à dedicação ao trabalho, ao esforço, à honestidade de propósito, ao estudo, e especialmente à pertinácia. A perseverança deve prevalecer em todas as iniciativas, por mais modestas e primárias que sejam. A sorte na vida, fator que não pode ser relegado, acontece geralmente para quem está com a camisa molhada. Raramente ocorre em ambiente de sombra e água fresca", disse em discursos como paraninfo a formandos da Esalq, em 2005.

As causas da morte não foram divulgadas. O velório acontece no crematório Horto da Paz, em Itapecerica da Serra (SP) e a cremação está prevista para as 15 horas desta quarta-feira (8).
Fonte: Agrolink
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas