Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Agência Internacional de Energia e EPE publicam uma análise sobre o transporte rodoviário de cargas no Brasil, acompanhado de indicadores e comparações internacionais.
Publicado em 14/09/2021 às 17h24
A eficiência energética é uma ferramenta crítica para reduzir as emissões de carbono e a poluição do ar no setor de transporte. Também é fundamental para a segurança energética. O objetivo desta publicação é apresentar uma análise do setor de frete rodoviário de cargas no Brasil e internacionalmente, com foco particular nos avanços em eficiência energética e uso de combustíveis alternativos.

O relatório apresenta inicialmente uma análise da evolução do setor no Brasil, incluindo as razões para o aumento da demanda. Isso é seguido por uma seção que compara indicadores-chave do Brasil com o de outros países, e oferece exemplos de tecnologias e políticas de ponta para promover a eficiência energética, mitigação de carbono e melhorias na qualidade do ar do setor.

Com base na experiência internacional, este estudo recomenda algumas iniciativas que o Brasil poderia adotar para aumentar a eficiência energética da frota. Novos programas de sucateamento, metas de economia de combustível, redução de peso e desenvolvimento de veículos mais aerodinâmicos podem melhorar a eficiência energética da frota. Melhorias na infraestrutura também são fundamentais, assim como a digitalização e a facilitação das operações intermodais, entre outras.
Fonte: Empresa de Pesquisa Energética
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas