Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Com forte pressão dos preços da energia, açúcar volta a subir nas bolsas internacionais
Publicado em 06/10/2021 às 07h32
Foto Notícia
Pressionado pela disparada dos preços mundiais da energia, impulsionados pela alta do petróleo, o açúcar reverteu nesta terça-feira (5) a tendência de queda das duas sessões anteriores e fechou em alta nas bolsas internacionais. Segundo analistas ouvidos pela Reuters, "o aumento nos preços da energia e dos combustíveis está se espalhando para os combustíveis renováveis e matérias-primas".

Ontem, em Nova York, na ICE Future, o açúcar bruto fechou cotado a 19,85 centavos de dólar por libra-peso, no vencimento março/22, alta de 16 pontos no comparativo com os preços praticados na segunda-feira. Já o vencimento maio/22 subiu 17 pontos, contratado a 19,39 cts/lb. Os demais lotes se valorizaram entre 8 e 18 pontos.

Um corretor de açúcar dos Estados Unidos, ouvido pela Reuters, destacou que "as energias renováveis estão recebendo uma oferta, à medida que o petróleo continua subindo", acrescentando que os futuros de óleo de soja e óleo de palma também subiram fortemente.

"Espera-se que o balanço de oferta mundial de açúcar melhore na temporada de 2021/22 devido à maior produção na Ásia e na Europa, disse a corretora StoneX nesta terça-feira", ainda segundo a Agência Internacional de Notícias.

Açúcar branco

Em Londres na ICE Europe, a terça-feira também foi de alta em todos os lotes do açúcar branco. O vencimento dezembro/21 foi contratado a 507,50 dólares a tonelada, alta de 4,90 dólares no comparativo com o dia anterior. Já a tela março/22 subiu 3,40 dólares, negociada a US$ 507,40 a tonelada. Os demais contratos fecharam no azul entre 1,70 e 3,40 dólares.

Açúcar cristal

No mercado doméstico a terça-feira foi de alta no Indicador Cepea/Esalq, da USP, para o açúcar cristal. A saca de 50 quilos foi negociada ontem a R$ 142,86, contra R$ 142,34 da véspera, pequena variação positiva de 0,37% no comparativo entre os dias.

Etanol hidratado

O etanol hidratado fechou valorizado nesta terça-feira, pelo Indicador Diário Paulínia. O metro cúbico do biocombustível foi negociado ontem a R$ 3.395,50, contra R$ 3.383,00 o m³ praticado na segunda-feira, valorização de 0,37% no comparativo.
Rogerio Mian
Fonte: Agência UDOP de Notícias
Copyright© 2008 - UDOP.
Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.