Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Fundamentos positivos impulsionam cotações do açúcar nas bolsas internacionais
Publicado em 12/11/2021 às 08h35
Foto Notícia
Fundamentos positivos no mercado de açúcar impulsionaram as bolsas internacionais nesta quinta-feira (11). A notícia mais promissora, que deixou o mercado otimista, veio da Índia, segundo maior produtor da commodity no mundo, que reforçou que a partir de 2023 estará misturando 20% de etanol em sua gasolina, diminuindo, com isso, os subsídios para a produção de açúcar naquele país.

Os contratos futuros na ICE, de Nova York, chegaram a tocar a máxima de um mês durante a sessão de ontem. O vencimento março/22 fechou em 20,12 centavos de dólar por libra-peso, alta de 52 pontos no comparativo com os preços da véspera. Já a tela maio/22 subiu 49 pontos, negociada a 19,87 cts/lb. Os demais lotes subiram entre 19 e 44 pontos.

Segundo a Reuters, operadores disseram que provavelmente haverá uma mudança no sentido de usar mais cana-de-açúcar para produzir etanol na Índia, o que reduziria a produção de açúcar, embora pouco impacto seja previsto no curto prazo. "Corretores também citaram fortes compras de participantes financeiros, vinculadas a indicadores de inflação mais elevados".

Açúcar branco

Em Londres a quinta-feira também foi de alta em todos os lotes do açúcar branco da ICE Europe. O vencimento dezembro/21 foi contratado ontem a US$ 522,80 a tonelada, valorização de 15,60 dólares no comparativo com o dia anterior. Já a tela março/22 subiu 11,30 dólares, negociada a US$ 516,00 a tonelada. Os demais contratos fecharam valorizados entre 5,60 e 8,90 dólares.

Açúcar cristal

O mercado interno voltou a subir ontem interrompendo a sequência de três quedas seguidas pelo Indicador Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos foi negociada nesta quinta a R$ 152,93, contra R$ 151,96 da véspera, valorização de 0,64% no comparativo.

Etanol hidratado

Já o etanol hidratado registrou ontem a sexta baixa consecutiva pelo Indicador Diário Paulínia. O biocombustível foi negociado nesta quinta a R$ 3.879,00 o m³, contra R$ 3.900,00 o m³ da véspera, desvalorização de 0,54% no comparativo entre os dias.
Rogerio Mian
Fonte: Agência UDOP de Notícias
Copyright© 2008 - UDOP.
Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.
Mais Lidas