Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Cargos iguais, salários iguais
Será que existem cargos realmente iguais?
Publicado em 16/11/2021 às 09h57
Foto Notícia
É justo que cargos iguais ganhem salários iguais? Eu acho que sim.

O difícil está em saber quais os cargos que são iguais.

Normalmente considera-se um cargo igual ao outro, quando o nome do cargo é o mesmo. Mas isso significa que o cargo seja igual?

Vamos analisar:

Suponhamos que existam três cargos com o mesmo título, porém, os ocupantes desses cargos, apesar de terem as mesmas atribuições, exercem suas atividades com desempenhos diferentes, de maneira que o funcionário A é considerado excelente, o B é razoável e o C é sofrível.

Em termos práticos, digamos que você, você mesmo, vai necessitar da execução de um trabalho que qualquer um dos três poderá realizar.

Por qual dos três você irá querer ser atendido? Pelo C que é sofrível, pelo B que é razoável, ou pelo A que é excelente?

É claro que seria pelo A que é excelente, e por sinal, assim vai acontecer com todos que necessitarem de atendimento desses profissionais, inclusive o próprio chefe também saberá fazer essa diferenciação.

Aí eu pergunto, mas esses cargos são realmente iguais? E é justo ganharem salários iguais?

Apesar do exemplo parecer muito radical, na prática isso é muito mais comum acontecer nas empresas do que se possa imaginar.

Os cargos formalmente são formados por atividades e responsabilidades que estão contidas nas Descrições de Cargos, mas o que define a importância real do cargo é quem o ocupa e como desempenha essa função.

Cada cargo representa um custo x benefício, e é muito importante que as empresas prestem atenção nesta realidade, pois, não é pagando mais para um funcionário mais fraco, que o fará ser melhor e mais motivado, porém, se pagar igual ou inferior a este para um funcionário mais eficiente, com certeza, esse sim ficará desmotivado e com muita probabilidade decairá em seu desempenho.

O equilíbrio de cargos e salários é vital para uma saudável política de Recursos Humanos. Mas o grande desafio é saber a diferenciação entre os cargos e o desempenho de seus ocupantes, e se na prática realmente existe equilíbrio, ou se este só é existente no papel.


Até a próxima e muita paz!


Renato Fazzolari
Diretor Geral - AGRHO Recursos Humanos, Psicólogo Organizacional, Terapeuta Transpessoal, Professor Universitário (PUC) e Palestrante.
Os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores, não representando,
necessariamente, a opinião e os valores defendidos pela UDOP.
Últimos Artigos
Foto Articulista
MARCOS FAVA NEVES
Praticamente Chegamos aos Números Finais da Safra
Publicado em 17/01/2022
Foto Articulista
JACYR COSTA FILHO
O agro como pilar da sustentabilidade
Publicado em 21/12/2021
Foto Articulista
RENATO FAZZOLARI
Presente de natal a todos os amigos do agronegócio
Publicado em 15/12/2021
Foto Articulista
MARCOS FAVA NEVES
Valor do ATR Pode Atingir R$ 1,25/kg
Publicado em 14/12/2021
Foto Articulista
RENATO FAZZOLARI
Atritos nos relacionamentos
Publicado em 06/12/2021