Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Cana: Centro-Sul processa 12,552 milhões de t na 1ª quinzena de novembro
Publicado em 25/11/2021 às 08h00
Foto Notícia
As usinas do Centro-Sul do Brasil processaram 12,552 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na 1ª metade de novembro, registrando queda de 38,36% em comparação com igual quinzena da safra 2020/2021 (20,365 milhões de toneladas). As informações são de relatório quinzenal da União da Indústria da Cana-de-açúcar (Unica), divulgado hoje.

A fabricação de açúcar retraiu 49,70% nos primeiros 15 dias do mês e atingiu 626 mil toneladas, ante 1,244 milhão de toneladas verificadas em igual período do ano anterior.

A produção quinzenal total de etanol foi de 741 milhões de litros, queda de 36,90% ante mesmo período da safra anterior (1,175 bilhão de litros). A fabricação de hidratado alcançou 360 milhões de litros, registrando queda de 46,57%. Já a produção de anidro caiu 23,92%, para 382 milhões de litros - o aditivo teve menor produção mesmo com o setor apostando mais nele neste momento em decorrência dos preços mais remuneradores. O ATR dedicado ao biocombustível anidro alcançou 36,7% na quinzena, ante 26,4% no mesmo período de 2020.

O mix na quinzena ficou em 60,77% para o etanol e 39,23% para o açúcar, mais alcooleiro do que na mesma quinzena de 2020.

O número de unidades operando até 16 de novembro foi de 75, ante 114 plantas um ano antes. Até o momento, 187 empresas já finalizaram a moagem no ciclo 2021/2022, das quais 57 empresas com encerramento na última quinzena. O diretor Técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, afirma em comunicado: "As empresas que encerraram a safra na primeira quinzena de novembro apresentaram redução de moagem de 15,1% em comparação com os valores registrados no último ciclo agrícola". Ele afirma que a moagem da região até o fim da safra, em março, deve superar os 520 milhões de toneladas.

A qualidade da matéria-prima na 1ª quinzena de novembro, mensurada a partir da concentração de açúcares totais recuperáveis por tonelada de cana-de-açúcar, registrou 133,35 kg de ATR por tonelada, com retração de 12,88% em relação aos 153,07 kg/t observados no ciclo passado.
Fonte: Broadcast Agro
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas