Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
JBS melhora desempenho em ranking global de sustentabilidade
A JBS está na 11 colocação no ranking global e continua entre as empresas brasileiras de capital aberto mais bem colocadas
Publicado em 01/12/2021 às 11h53
A JBS, através de comunicado a acionistas e ao mercado, informou que registrou uma pontuação geral de 57% na 4 edição do Coller Fairr Protein Producer Index. O ranking avalia 60 companhias globais de capital aberto ligadas à produção de alimentos à base de carnes, peixes e lácteos. Com essa pontuação, a JBS obteve melhora de 10,1% na comparação com o índice de 2020.

"A JBS está na 11 colocação no ranking global e continua entre as empresas brasileiras de capital aberto mais bem colocadas. A pontuação geral da empresa vem evoluindo de maneira consistente ano após ano, partindo de 38% na edição inaugural do índice, em 2018, passando para 39% em 2019, saltando para 51% em 2020 e chegando aos 57% na edição de 2021", diz o comunicado.

Net Zero

A companhia lembra que foi focada nessa transformação sustentável que assumiu, em março deste ano, aquele que é o mais relevante compromisso da sua história: o de ser Net Zero até 2040. "Com ele, a empresa se comprometeu a zerar o seu balanço líquido de emissões de gases causadores de efeito estufa, considerando as suas emissões diretas e as de toda a sua cadeia de valor".

Por fim, a JBS destaca que vem avançando firmemente no item apontado pela Fairr como passível de melhoria no contexto da pecuária brasileira: a rastreabilidade da cadeia produtiva.

A empresa possui, há mais de 10 anos, um sistema de monitoramento geoespacial que utiliza imagens de satélite para monitorar seus fornecedores, avaliando diariamente quase 80 mil fazendas fornecedoras e cobrindo uma área de 85 milhões de hectares, maior que o território da França. Para estender esse controle aos fornecedores dos seus fornecedores, a JBS está implantando a Plataforma Pecuária Transparente, que utiliza tecnologia blockchain.

A partir de 2026, a JBS não comprará de produtores não incorporados a esta plataforma. "A JBS tem a convicção de que esses avanços e muitos outros avanços serão captados pelo Coller Fairr Protein Producer Index e que a Companhia vai continuar melhorando seu desempenho nas próximas edições", conclui o comunicado.
Fonte: Canal Rural
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas