Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Operação na Bolsa sugere informação privilegiada com ações da Petrobras
Publicado em 03/03/2021 às 08h53
Foto Notícia
Duas operações consideradas atípicas na B3, a bolsa de valores de São Paulo, resultaram em um lucro milionário envolvendo ações da Petrobras momentos antes de o presidente Jair Bolsonaro anunciar, em transmissão nas redes sociais no dia 18 de fevereiro, que "alguma coisa iria acontecer" na estatal --- o que resultou na demissão do presidente da empresa, Roberto Castello Branco, no dia seguinte. As negociações sugerem que houve uso de informação privilegiada.

A colunista Malu Gaspar revelou que, naquele dia, logo após o fim da reunião de Bolsonaro com ministros e antes da live, foram realizadas duas transações para compra de 4 milhões de títulos PETRN265, em duas operações feitas pela mesma corretora com 9 minutos de diferença. Os papéis, que oferecem ao portador a garantia de venda por preço determinado, foram adquiridos por R$ 160 mil e pode ter rendido aos donos até R$ 18 milhões --- lucro de 11.125%.

Repercussão: a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) vai abrir uma investigação para apurar quem lucrou com as transações. A identidade dos compradores é protegida por sigilo. Parlamentares do PDT e do Cidadania também pediram ao presidente da CVM, Marcelo Barbosa, a instauração de inquérito administrativo para apurar o caso.
Malu Gaspar
Fonte: O Globo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas