Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
MME, MRE e EPE organizam evento com setor privado sobre o Diálogo de Alto Nível das Nações Unidas sobre Energia
Reunião contou com participação de 45 dirigentes de empresas e associações privadas brasileiras.
Publicado em 10/06/2021 às 09h27
Foto Notícia
O s Ministérios de Minas e Energia (MME) e das Relações Exteriores (MRE) e a Empresa de Pesquisa Energética (EPE) se reuniram, nesta terça-feira (8/6), com dirigentes de 45 grandes grupos privados e associações empresariais brasileiras. A reunião teve por objetivo apresentar às lideranças empresariais linhas de atuação do Brasil no contexto do Diálogo de Alto Nível das Nações Unidas sobre Energia.

A reunião com empresários contou com apresentações do MME, MRE e EPE sobre a atuação do Brasil no Diálogo de Alto Nível. Foram detalhados os principais aspectos do exercício, ressaltando a oportunidade que se abre para grandes grupos nacionais, sejam produtores ou grandes consumidores de energia. As empresas podem apresentar pactos energéticos, na forma de compromissos voluntários de descarbonização ou de promoção de energias limpas.

O governo brasileiro deve apresentar dois pactos energéticos governamentais, centrados nos setores de biocombustíveis e de hidrogênio.

Para o dia 17 de junho, está prevista reunião informativa com o secretariado da ONU, aberta para representantes do setor privado nacional interessados em formatar pactos energéticos a serem apresentados no contexto do Diálogo de Alto Nível de Energia das Nações Unidas. A intenção é conferir visibilidade para ações de ESG (Environmental, Social and Governance) em temas centrados em energia limpa e renovável.

O diálogo ocorre ao longo de 2021 e deve culminar às vésperas da próxima Assembleia Geral das Nações Unidas em Nova York, no próximo mês de setembro. O Diálogo de Alto Nível é a primeira reunião global de sobre energia organizada pela ONU desde a Conferência das Nações Unidas sobre Fontes Novas e Renováveis de Energia, realizada em Nairóbi em 1981.

O Brasil possui papel de destaque na iniciativa, tendo sido indicado pela ONU como um dos "campeões globais" para o tema da transição energética. No contexto da iniciativa, os países membros podem apresentar compromissos voluntários relacionados ao Objetivo de Desenvolvimento Sustentável-7 (ODS 7), de "assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todas e todos". Podem ainda ser apresentados compromissos voluntários por parte do setor privado, sociedade civil, organizações internacionais e academia.
Fonte: MInistério de Minas e Energia
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.