Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Grupo compra planta da usina Orbi Bioenergia em Paranaíba
O Grupo Pedra Agroindustrial S/A, de Andradina (SP), adquiriu a planta da Usina Orbi Bioenergia, o empreendimento pertencia a Companhia Energia Renovável (Cern), antiga controladora da planta
Publicado em 07/01/2022 às 14h22
Foto Notícia
O Grupo Pedra Agroindustrial S/A, de Andradina (SP), adquiriu a planta da Usina Orbi Bioenergia, localizada na Fazenda Toca da Coruja, no distrito da Vila Raimundo, em Paranaíba. O empreendimento semiacabado pertencia a Companhia Energia Renovável (Cern), antiga controladora da planta.

A Usina Cedro, como foi denominado o empreendimento pela nova controladora, deve começar a moer a primeira safra de cerca de 1,2 milhão de toneladas de cana-de-açúcar em 2024, com previsão de chegar a 5 milhões de toneladas.

A expectativa é de gerar mais de 1.200 empregos diretos e terceirizados.

Representantes do grupo estiveram nesta quinta-feira (06) no município e se reuniram com o prefeito Maycol Queiroz (PDT), para tratar das etapas iniciais para funcionamento do empreendimento, como a elaboração de um estudo das estradas rurais do município e situação das pontes que servirão como rota para escoamento da produção.

"Vai gerar emprego e renda, tributos para município e melhorar a economia local", disse Maycol Queiroz.

Segundo Sérgio Luiz dos Santos, gerente corporativo do Grupo Pedra Agroindustrial, a empresa pretende plantar 1.500 hectares de cana-de-açúcar em três meses para atender a necessidade da usina.

"Todos os passos do grupo são muito sólidos. É uma realidade, com certeza vai haver a implantação. Nas próximas semanas já iniciaremos algumas obras na área industrial", destacou.

Assista a reportagem completa aqui.
Fonte: RCN 67
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas