Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Açúcar: contratos futuros fecham em alta na sexta com melhores perspectivas para o etanol
Publicado em 09/05/2022 às 08h11
Foto Notícia
Os contratos futuros do açúcar fecharam a sexta-feira (6) em alta nas bolsas internacionais, com o mercado sendo sustentado por melhores perspectivas na produção de etanol pelas usinas brasileiras, com a melhora nos preços do petróleo, que tende a migrar parte do mix de produção das unidades brasileiras para o biocombustível, diminuindo a oferta de açúcar no mercado mundial.

Outro assunto que forçou a alta da commodity foi o anúncio de que a China deve produzir 400 mil toneladas a mais de açúcar na safra 2022/23, chegando a 10 milhões de toneladas, informou o USDA, em nota trazida pela Reuters.

Em Nova York, o açúcar bruto, no vencimento julho/22 fechou cotado a 19,16 centavos de dólar por libra-peso, valorização de 38 pontos no comparativo com os preços de quinta-feira. Já a tela outubro/22 subiu 35 pontos, com negócios firmados em 19,26 cts/lb. Os demais lotes fecharam valorizados entre 5 e 29 pontos.

Açúcar branco

Em Londres, o açúcar branco também fechou valorizado na última sexta em todos os lotes da ICE Futures Europe. A tela agosto/22 foi contratada a US$ 531,30 a tonelada, valorização de 9 dólares no comparativo com os preços do dia anterior. Já a tela outubro/22 subiu 8,70 dólares, comercializada a US$ 521,90 a tonelada. As demais telas subiram entre 2,60 e 6,40 dólares.

Açúcar cristal

No mercado doméstico o açúcar cristal fechou valorizado na sexta-feira pelo Indicador Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos foi negociada pelas usinas a R$ 134,38 contra R$ 133,43 de quinta-feira, valorização de 0,71% no comparativo entre os dias.
Rogério Mian
Fonte: Agência UDOP de Notícias
Copyright© 2008 - UDOP.
Todos os direitos reservados. É permitida a reprodução, desde que citada a fonte.
Mais Lidas