Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
FAESP: Produtores devem monitorar alerta de geadas para protegerem suas lavouras
Publicado em 19/05/2022 às 16h10
A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (FAESP) está monitorando a situação das quedas de temperaturas e condições climáticas favoráveis à formação de geadas no Estado. Segundo o presidente da FAESP, Fábio de Salles Meirelles, os produtores devem monitorar alertas de geadas para protegerem suas lavouras.

O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) emitiu um alerta para o risco da ocorrência de geadas, com intensidade variando entre fraca e forte, que se espalha por todo o Estado de São Paulo e que deve se estender até amanhã, sexta-feira (20/05)

"Neste período, manter-se vigilante sobre as condições climáticas é fundamental para que os produtores planejem suas atividades e tomem suas decisões", afirma o presidente da FAESP.

Ao longo desta quinta-feira, (19/05), ventos costeiros e vendavais, variando entre 60 km/h e 100 km/h, devem atingir áreas do Sul Fluminense, Vale do Paraíba Paulista, Sul e Sudoeste de Minas.

"Reforçamos aos produtores rurais a importância de se informarem regularmente sobre as condições meteorológicas previstas, acompanhando os avisos que são divulgados diariamente pelo INMET, por meio de seu site, aplicativo ou rede sociais", reforça o presidente da FAESP.

Para a madrugada desta sexta-feira, 20/05, as temperaturas mínimas devem ficar entre 3ºC e 0ºC. É esperada a ocorrência de geadas nas regiões de Campinas, Vale do Paraíba, Macro Metropolitana Paulista, além do Sul e Sudoeste de Minas.

Há ainda um alerta de perigo potencial de geadas por todo o interior do Estado. No final se semana, o frio deve perder intensidade, mas as madrugadas ainda continuarão frias.

Essa previsão gera preocupação nas regiões produtoras de milho e feijão segunda safra, que se encontram em fases fenológicas sensíveis, além das áreas de pastagens em baixadas, hortaliças, café, cana-de-açúcar, frutas, que podem vir a sofrer perdas em função das baixas temperaturas.

Por meio do ALERT-AS, é possível acompanhar os avisos meteorológicos. O Sisdagro, Sistema de Suporte à Decisão Agropecuária, indica a previsão de risco de geada por município. Já o mapa com as geadas observadas pode ser acessado no portal do INMET.
Fonte: FAESP/SENAR-SP
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas