Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Após atingir máxima, preço do milho cai em Chicago nesta sexta-feira; grão sobe na B3
Publicado em 20/06/2022 às 08h34
Foto Notícia
Os contratos futuros do milho negociados nos Estados Unidos caíram nesta sexta-feira, 17. Entretanto, o grão chegou a atingir uma nova máxima de um mês, apoiado pelo clima quente no Meio-Oeste do país, que pode ameaçar as produtividades.

De maneira geral, um dólar americano mais firme restringiu os ganhos nos futuros de safras americanas, uma vez que a moeda forte reduz a competitividade das exportações dos EUA.

No bolsa de Chicago, o contrato de milho mais ativo caiu 3,75 centavos de dólar, para terminar a sessão a US$ 7,845 dólares por bushel, depois de atingir anteriormente US$ 8, seu maior nível desde 18 de maio.

Na bolsa brasileira B3, em contrapartida, o contrato de milho para julho teve alta de 1,31%, para R$ 91,18 por saca de 60 quilos. Já o com vencimento em setembro subiu 1,2%, indo a R$ 93,98 por saca.
Reuters
Texto extraído do portal Investing.com
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas