Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Usinas de cana-de-açúcar investem na proteção de animais silvestres
No centro-oeste do Estado de São Paulo, uma iniciativa na área do setor sucroenergético é voltada para a proteção dos animais silvestres.
Publicado em 28/06/2022 às 09h21
Foto Notícia
Há pouco mais de seis meses, a Usina de Açúcar e Álcool de São Manoel (SP), em parceria com a Polícia Ambiental, implantou o projeto ??´Bicho Vivo??´. Um programa que acolhe e monitora os animais que formam a fauna da região.

A principal meta do projeto é promover o equilíbrio ecológico com a preservação das florestas e dos animais locais, incluindo espécies ameaçadas de extinção.

Além de funcionários para monitorar os animais, câmeras especiais também foram espalhadas em pontos estratégicos da mata fechada.

A usina destinou oito áreas de vegetação nativa para receber os animais silvestres apreendidos pela Polícia Ambiental ou capturados no município.

Já foram identificadas 21 espécies de mamíferos, sendo algumas ameaçadas de extinção, como a onça-parda, a jaguatirica, gato-do-mato-pequeno e o lobo-guará.

Atualmente, outras 34 usinas do estado também implantaram o projeto de preservação e proteção das florestas e dos animais.

Assista a reportagem completa clicando aqui.
Fonte: Portal G1
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas