Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Governo federal reconhece situação de emergência em cidades afetadas por chuvas
Portaria do Ministério do Desenvolvimento regional reconheceu desastre em 15 cidades; embora maioria dos decretos sejam motivados por chuvas, três delas enfrentam estiagem
Publicado em 04/07/2022 às 10h19
Foto Notícia
O governo federal reconheceu, nesta segunda-feira (4), a situação de emergência em 15 cidades de Alagoas, Amazonas, Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Santa Catarina.

O reconhecimento foi publicado no Diário Oficial da União (DOU), em uma portaria da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, ligada ao Ministério do Desenvolvimento Regional.

Embora a maioria dos decretos tenham sido motivados pelas chuvas intensas e suas consequências, como, por exemplo, inundações e deslizamentos, há três cidades em situação de emergência por causa de estiagem.

São elas Canudos e Curaçá, na Bahia, e Caicó, no Rio Grande do Norte.

Todas as cidades amazonenses da portaria indicaram que a situação de emergência é motivada por inundações: Anamã, Autazes, Benjamin Constant, Jutaí, Parintins, Tefé e Urucurituba.

Em Alagoas, que já registrou ao menos duas mortes, a cidade de Teotônio Vilela teve a situação de emergência reconhecida por causa das chuvas intensas.

As cidades de Quipapá, em Pernambuco, e Iomerê, em Santa Catarina, alegaram o mesmo motivo.

Há ainda as cidades catarinenses de Braço do Norte, que alegou as enxurradas, e Braço do Trombudo, que cita deslizamentos como a motivação da situação de emergência.
Fonte: CNN Brasil
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas