Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Raízen (RAIZ4): Ação dispara mais de 10% nesta quinta-feira (4); veja se é hora de investir
Publicado em 05/08/2022 às 07h27
Foto Notícia
A ação da Raízen (RAIZ4) está entre as maiores altas do dia e subia ao redor de 10% nesta quinta-feira (4).

Os investidores estão com maior apetite a risco após a decisão que trouxe a Selic a 13,75% ao ano e com sinais do Banco Central brasileiro de que esse é o fim do ciclo de alta de juros, apesar das pressões no radar.

Desde que entrou na Bolsa brasileira há um ano, a Raízen já passou por altos e baixos. A ação ainda negocia bem abaixo do seu valor de estreia no IPO a R$ 7,40.

Contudo, na esteira da divulgação de resultados referentes ao ano fiscal 2T22 (segundo trimestre de 2022), a produtora de açúcar e etanol voltou a cair nas graças do mercado.

A XP Investimentos reitera a compra da ação e aposta que a Raízen deve entregar o melhor balanço entre seus pares no próximo dia 11 de agosto, após o fechamento do mercado.

Beneficiada por melhores preços de açúcar e etanol no trimestre na comparação com o ano anterior, a Raízen ganha folego e deve entregar um Ebitda ajustado 33% maior com saldo de R$ 920 milhões.

No Ibovespa

A Raízen também entrou na primeira das três prévias da nova carteira do Ibovespa, que entrará em vigor no dia 5 de setembro e valerá até 2 de dezembro de 2022, de acordo com a B3 (B3SA3).

Ao ingressar no principal índice da Bolsa brasileira, mais investidores entrarão em contato com o papel, o que pode melhorar a baixa liquidez da ação, uma característica bem comum entre companhias do agronegócio brasileiro, salvo poucas exceções.

Por volta das 15h20, as ações ordinárias da Raízen subiam 10% e eram negociadas a R$ 5,25 cada.
Lucas Eurico Simões
Fonte: Money Times
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Mais Lidas