Revisão do tratado de Itaipu deve ser discutido em 2019, pedem distribuidoras  

11/10/2018 - A revisão do tratado da usina binacional de Itaipu precisa ser abordada ainda em 2019, na avaliação do setor de distribuição de energia.

O acordo firmado entre Paraguai e Brasil expira em 2023, mas as empresas pedem urgência na definição dos termos para a compra do excedente de energia do vizinho.

"As distribuidoras fazem planejamento de cinco anos. Em 2018, já fazemos as aquisições para 2023", afirma Nelson Leite, presidente da Abradee (do setor).

A redução dos subsídios embutidos na conta de energia elétrica, pagos pelo consumidor, é outra demanda das companhias para o próximo governo federal.

"Uma diminuição no valor das tarifas de luz faria a inadimplência do setor cair também", diz Leite.


Demandas das distribuidoras de energia a presidenciáveis

- Criação de política pública de incentivo a mobilidade elétrica
- Incentivos a investimentos em tecnologia e inovação

3,7 %
é a participação do setor no PIB

R$ 243 bilhões
foi o faturamento no ano passado

196,3 mil
são os empregos diretos

R$ 16,1 bilhões
são os investimentos anuais

Maria Cristina Frias
Fonte: Folha de S. Paulo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Imprimir