Segunda-feira, 23 de outubro de 2017
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Energia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Abraget vê oportunidade de leilões específicos para térmicas no Brasil  

20/03/2017 - Apesar de não haver demanda por conta da sobrecontratação das distribuidoras, a Abraget apontou que há espaço para a realização de leilões específicos para UTEs. A perspectiva de fornecer serviços ancilares é apontada como um fator que promove equilíbrio do sistema interligado, até porque não há potência suficiente para atender a picos de demanda caso a economia apresente reação. No escopo desses serviços estão, por exemplo, o controle de tensão e atendimento da necessidade de ponta que já vêm ocorrendo há algum tempo no início da tarde no verão e o controle de tensão. Esses leilões seriam mais necessários nas regiões Sudeste e Nordeste.

E para dar a resposta adequada a entidade aponta as usinas a gás natural. Como falta disponibilidade desse combustível no país e há abundância de GNL no mundo, muito em decorrência do shale gas nos Estados Unidos, essa alternativa é a que mais faz sentido na atualidade do setor. Justamente pela oferta do energético os preços estão favorecendo os geradores e hoje há uma boa oportunidade de se fechar contratos de longo prazo para o fornecimento do insumo.

Segundo o consultor Edmundo Silva, da Abraget, há térmicas mais modernas que, com filtragem, acabam apresentando um menor nível de emissões. Dessa forma é possível proporcionar uma resposta mais adequada aos questionamentos ambientais acerca dos impactos desse tipo de usinas em pleno momento de busca pela redução da pegada de carbono do setor elétrico onde as renováveis são colocadas como prioridade. Ele lembra que a intermitência e as dificuldades em se colocar novas linhas de transmissão em grandes centros urbanos são fatores que podem viabilizar a introdução de turbinas em meio a cidades.

Exemplos não faltam, segundo representantes da GE Power, há casos em Nova Iorque, Los Angeles e cidade do México - para citar algumas cidades - em que se recorreu a esse expediente para dar conta da demanda. No primeiro e último casos a questão foi reforçar o sistema com a adoção de turbinas. Já na cidade californiana a questão é atender a redução diária de cerca de 15 GW em energia por conta da intermitência das renováveis que saem do grid em questão de quatro a cinco horas.

"O próprio LADWP [órgão que controla a geração e a rede] explica que ter uma capacidade térmica bem no centro de Los Angeles é necessário para que se possa promover a expansão das renováveis em uma larga escala", comentou John Ingham, diretor técnico de Gas Power Systems da GE.

Apesar dos questionamentos ambientais, o panorama para essas usinas segue positivo. O segmento parece estar se reinventando em outras regiões. Daniel Meniuk, líder de Gas Power Systems para o Cone Sul da GE, lembrou que em várias regiões do mundo estão sendo implantados projetos híbridos entre as fontes solar fotovoltaica e térmica a gás para atender a variação de geração. Além disso, destaca que, ao passo que a tecnologia avança, vai alcançando maiores índices de eficiência. Hoje, o recorde de eficiência de uma usina é de 62,2% na França. Aqui no Brasil a UTE Porto de Sergipe, usina contratada no sistema Turn Key junto à GE terá mais de 60%.

Para a multinacional norte-americana o sistema de baterias para atender a necessidade de ponta em escala doméstica pode ser viável. Contudo, para a estabilização da rede de uma região é insuficiente, pois a escala é crucial para atendimento dessas necessidades.

17/03/17
Mauricio Godoi

Fonte: CanalEnergia
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
23/10/17 - Fitch atribui rating à proposta de 2ª emissão de debêntures da Belo Monte Transmissora
  - Queiroz Galvão Energia promove leilão de compra para o ano de 2018
  - Reservatórios do Nordeste operam com 7,1% da capacidade
  - Geração eólica tem crescimento de 25% em 2017, aponta CCEE
  - Aneel avalia mudança de cálculo que pode deixar energia mais cara
  - Aneel pode elevar valores das bandeiras tarifárias cobrados nas contas de luz
  - Mercados de GNL devem seguir com sobreoferta após 2020 apesar de forte demanda, diz IEA
  - Ferrovia Norte-Sul e Ferrogrão hoje não são atrativas, diz CEO da Rumo
  - Dólar sobe e vai a R$3,23, maior nível em mais de 4 meses, com cena política
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Abraget vê oportunidade de leilões específicos para térmicas no Brasil
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
Se não consegue ler a palavra, clique aqui.
Digite a palavra:
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/