Sábado, 20 de janeiro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Energia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Ministro de Minas e Energia diz que setor elétrico vive desafio  

10/08/2017 - O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho, disse hoje (10), em São Paulo, que o setor elétrico brasileiro vive um desafio enorme e que, dos três elos da cadeia produtiva (geração, distribuição e transmissão), talvez a transmissão seja o que tem situação mais confortável.

Segundo ele, as distribuidoras passam por momento delicado, seja pela recessão econômica que as levou a uma sobrecontratação nunca vista antes, seja pelo setor de geração com problemas ocasionados pela Medida Provisória 579, que inviabilizou empresas que venderam ao consumidor energia supostamente mais barata.

"Também foi vendido um modelo de subsídio que não aguentamos mais pagar. O consumidor paga mais subsídio do que energia. Isso é completamente irracional e penaliza o setor produtivo. Não queremos repetir esse modelo que nos trouxe até aqui", disse durante o 5º Fórum de Infraestrutura e Logística.

Fernando Coelho ressaltou que, ao assumir, o governo atual encontrou a Eletrobras em situação delicada, com 24 mil funcionários cuidando de uma área que não é a sua vocação (distribuição) e com R$ 22 milhões de prejuízo, atuando com péssima qualidade em seis estados.

"Iniciamos o processo de privatização para que possamos virar essa página de uma vez por todas. A Eletrobras tem papel social, mas tem que remunerar seu capital e tem que visar o lucro e retorno para seus acionistas. Estamos fazendo isso com um time de profissionais excelentes", explicou.


Avanços


Durante sua palestra, o ministro de Minas e Energia disse que o governo já conseguiu apontar alguns avanços em termos de governança que foram criados para o setor, instituindo inclusive um conselho administrativo na Eletrobras, o que possibilitou que a empresa contabilizasse lucro do ano passado até o momento.

"Retomamos a credibilidade do investidor internacional e nacional. Também anunciamos a volta dos leilões de compra de energia nova, pela necessidade de o país estar preparado para o crescimento que devemos ter a partir de 2021", afirmou.

Ele reforçou ainda a consulta pública aberta pelo ministério sobre uma proposta de reformulação do setor elétrico, com ênfase na alocação correta dos riscos entre os agentes da racionalidade econômica para que o governo possa apoiar o que for necessário e a migração para o mercado livre levando a responsabilidade pela segurança do setor. "Senão, vamos ter as pessoas que podem mais deixando de pagar pela segurança do setor e deixando o ônus a custo daqueles que não tem condição".

Flávia Albuquerque com edição de Kleber Sampaio
Fonte: Agência Brasil - ABr
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
19/01/18 - Arábia Saudita eleva exportação de refinados para compensar cortes em petróleo
  - Índice de investimentos de empresas caiu 0,7% de outubro para novembro, diz Ipea
  - Agronegócio: Uma Máquina de Geração de Renda ao Brasi
  - Preço do gás para indústria e comércio já acumula alta de 34%
  - Movimento do comércio sobe 1,5% em 2017, revela Boa Vista SCPC
  - Dólar recua em meio à espera de votação no Senado dos EUA
  - Taxas futuras de juros recuam com dólar
  - Confiança da indústria cresce pelo 6º mês e é a melhor desde abril de 2011
  - Aneel fixa valores de Proinfa e CDE para transmissoras
  - CEEE irá investir R$ 20,6 milhões em nova subestação em Pelotas
  - CCEE: adimplência na liquidação de energia nuclear e cotas ficou acima de 99%
  - Reservatórios do Sudeste/Centro-Oeste operam com 30% da capacidade
  - Disponibilidade de turbinas de Itaipu chegou a 97,10% em 2017
  - Liquidações financeiras de energia nuclear e cotas somam R$ 839,5 mi, diz CCEE
  - Esqueça petróleo: Sauditas miram energia renovável na Am. Latina
18/01/18 - Trump diz que acabar com Nafta irá produzir "melhor acordo" para os EUA
12/01/18 - Água deve ser entendida como um bem comum, defendem participantes de fórum
  - Incerteza política ameaça acordo entre Mercosul e UE
11/01/18 - Ruralistas elogiam nova lei do Funrural; relatora critica veto a perdão a multas
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Ministro de Minas e Energia diz que setor elétrico vive desafio
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/