Domingo, 20 de agosto de 2017
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Vaivém das Commodities: Brasil e EUA elevam oferta de grãos no mundo  

11/08/2017 - Estados Unidos e Brasil mostraram nesta quinta-feira (10) o quanto vai ser grande a oferta de grãos no mundo nos próximos meses. Os órgãos responsáveis pelo acompanhamento da produção de grãos nos dois países apontam para números recordes.

A safra brasileira deste ano, que se encaminha para o final, ficará próxima de 240 milhões de toneladas.

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) prevê 242 milhões. Já a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) estima 238 milhões.

Nos Estados Unidos, o Usda (Departamento de Agricultura) elevou a produtividade da soja, cujas lavouras estão em desenvolvimento, para um patamar superior ao que previa o mercado. Na avaliação do órgão, a produção da oleaginosa atingirá o recorde de 119,2 milhões de toneladas na safra 2017/18.

No Brasil, a safra de soja, já colhida, soma o recorde de 114 milhões de toneladas.

Em ambos os países, que estão entre os principais produtores e exportadores de grãos no mundo, o clima foi fundamental nas culturas de soja e de milho. No caso brasileiro, a maior produção se deve ainda ao aumento de 2,3 milhões de hectares na área de plantio.

As condições climáticas no Brasil favoreceram mais a safra de verão, que teve o volume produzido aumentado em 53 milhões de toneladas, em relação ao anterior. Foram colhidos 232 milhões de toneladas.

Já no inverno, a safra de trigo, a principal do período, foi afetada por fortes geadas.

Clima e redução de área de plantio fizeram a Conab reduzir a estimativa de produção do cereal para 5,2 milhões de toneladas neste ano. Em 2016, a produção atingiu 6,7 milhões de toneladas.

Os Estados Unidos também tiveram problemas pontuais de clima. O Meio-Oeste, principal área produtora de grãos do país, e que engloba 12 Estados, deverá obter produtividade menor em algumas regiões.

Área maior e produtividade boa nos Estados do Sul e do Sudeste do país, porém, devem compensar parte do rendimento menor da soja em áreas do Meio-Oeste, segundo Daniele Siqueira, analista da AgRural.

Os Estados do Meio-Oeste somam 85% da produção de grãos do país. Os do Sul e Sudeste, 13%. Nesta última região, Lousiana, Mississippi e Tennessee estão entre os que têm rendimento bom nesta safra, segundo Siqueira.


Milho


A produção brasileira de milho deverá subir para o recorde de 97,2 milhões de toneladas, 31 milhões de toneladas a mais do que no ano passado.

Já a safra de milho dos Estados Unidos deverá recuar para 360 milhões de toneladas, 25 milhões a menos do que em 2016/17. Enquanto o Meio-Oeste, que detém 85% da produção total do país, terá uma redução de 9 sacas por hectare, os Estados do Sul e do Sudeste deverão aumentar a produtividade em 15 sacas por hectare, segundo Siqueira.

*Texto publicado na coluna ´Vaivém das Commodities´

Mauro Zafalon
Fonte: Folha de S. Paulo
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
18/08/17 - OIA prevê superávit global de 4,6 mi t de açúcar em 17/18, com produção recorde
  - Atividade econômica no Nordeste avança 2,8% no trimestre até maio, diz BC
  - Dólar passa por correção e cai ante real, monitorando negociações para andamento das reformas
  - Governo negocia quase 100% da oferta com forte deságio em leilões para milho
  - EUA vendem 62,4 mil toneladas da safra 2016/17 de milho na semana, diz USDA
  - Governo argentino quer diminuir direitos de exportação de açúcar de 21% para 13%
  - Portos do Arco Norte ganham importância no escoamento de soja e milho
  - Governo prorroga Repetro para indústria de petróleo até 2040
  - Ucrânia começa colheita de milho, com produtividade inicial de 4 t/ha
  - União vai prolongar isenção de imposto no setor de petróleo
  - Frente Parlamentar em Defesa do Setor Sucroenergético promove debate sobre produção sustentável
  - Descarga de grãos via ferrovia quase dobra em Paranaguá
  - Petróleo avança, impulsionado por câmbio e com foco nos estoques dos EUA
17/08/17 - Escoamento da safra de grãos encarece no Brasil
  - Segundo maior produtor de milho do país, Paraná deve ter safra de 18,5 milhões de toneladas
  - A produção de etanol de milho pode ser um bom negócio para o produtor de cana?
16/08/17 - Soja: Em Chicago, mercado trabalha com estabilidade nesta 4ª, mas mantém foco no clima americano
  - Milho perde R$ 406 milhões em valor e perde posição para cana
  - Análise Datagro: Índia estuda nova quota de importação de açúcar
  - A supersafra, ainda maior do que se previa
  - Leilão de PEP de milho volta a contemplar MT; prêmios sobem
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Vaivém das Commodities: Brasil e EUA elevam oferta de grãos no mundo
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
Se não consegue ler a palavra, clique aqui.
Digite a palavra:
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/