Sábado, 24 de fevereiro de 2018
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Fórum de Articulistas Aumentar a letra    Diminuir a letra
O desafio de nossa geração  

11/08/2017 - Os condicionantes econômicos, sociais e tecnológicos insistem em nos lembrar que o futuro não vai repetir o passado. A nova realidade que se impõe tornou inviáveis muitos dos atuais modelos econômicos e de negócios, ainda que algumas vezes confortáveis, e exige que todos se reinventem. Esgotou-se a capacidade dos governos em conduzir a economia escolhendo seus vencedores e protegendo seus perdedores. As empresas têm que ser competitivas e os profissionais estão sendo desafiados a reciclar seus conhecimentos com o foco na meritocracia, na criação de valor e nos ganhos de produtividade.

O preço que está sendo pago pelos preços do passado e pelo ajuste inevitável tem sido alto e as consequências, dolorosas. Em economia, como se diz, não há almoço grátis e hoje pagamos o preço dos banquetes do passado. Isso está claramente refletindo nos limites de gastos do orçamento da União, na necessidade das reformas trabalhista e previdenciária, no fim das desonerações, nos cortes nas estatais e nos duros necessários ajustes que alcançam toda a economia nacional.

Com o fim das escolhas de vencedores, dos privilégios, dos subsídios, das contribuições obrigatórias, das reservas de mercado, das proteções e direitos de alguns em detrimento de muitos, deve surgir um outro país. Em um círculo virtuoso irreversível, as instituições se fortalecem, os processos de questionamento e controle avançam e a sociedade pede mais, perseverando em melhorias históricas, algumas com grande valor simbólico, como a Lei das Estatais e o fim do Imposto Sindical.

Não pode haver dúvidas sobre onde se quer chegar: um ambiente eficiente, que respeite a lógica econômica, com preços que reflitam a realidade e promovam comportamentos racionais, com a alocação correta de riscos e incentivos adequados que alinhem interesses de agente do mercado e consumidores. Essencialmente um modelo que não busque soluções mágicas, ilusionistas e que socializem custos e comprometam o futuro em nome de uma melhoria artificial do presente. E, é claro, dentro dessa lógica econômica, um modelo que busque a sustentabilidade ambiental e acolha os brasileiros que realmente precisem.

É necessário criar um ambiente de confiança e facilitar o investimento - o que é muito diferente de criar facilidades para investidores. Um ambiente que assuma e promova a inovação e a competição e que favoreça o poder da sociedade, dos consumidores, dos contribuintes, dos cidadãos, sempre entendo que a liberdade e os benefícios de uns não podem vir em prejuízo dos demais.

Esses desafios estão sendo enfrentados em muitas áreas. Resultados estão sendo colhidos em dois setores para os quais o Brasil tem grande vocação: a mineração e a energia. Construindo as bases para o futuro, no setor mineral está sendo criada uma agência reguladora, promovida a estabilidade e a modernidade do marco legal e estabelecida a clareza em relação ao compartilhamento dos resultados com a sociedade.

Na energia, com muito trabalho e dedicação, avançamos com o programa RenovaBio no campo dos combustíveis renováveis e no Gás para Crescer, com a criação de um mercado estratégico para nosso desenvolvimento. No setor de petróleo, mudanças estruturais revigorarão esta importantíssima indústria.

Para a energia elétrica, com muito diálogo e transparência, estamos construindo uma proposta modernizadora. Essa postura se reflete, por exemplo, em grandes avanços e sucesso nos leilões de transmissão, distribuição e nas expectativas positivas para o novo ciclo de leilões de expansão da geração, com foco em energias renováveis. Os investimentos no do setor elétrico para os próximos dez anos estão na faixa de meio trilhão de reais. E no setor de óleo, gás e biocombustíveis, com a retomada dos leilões de área de exploração, podem superar R$1,1 trilhão.

O setor de energia, que já foi central para a construção de um projeto de poder e serviu ao patrimonialismo, ao fisiologismo e ao corporativismo, hoje será pilar essencial de um projeto de país. É nele que estão ocorrendo os maiores avanços tecnológicos que transformarão uma indústria na qual, até recentemente, se incubava a doença do intervencionismo depois levado ao restante da economia. Um setor cujo ambiente de negócios é quase insustentável, que por anos viveu por aparelhos suportados por financiamentos subsidiados e prejuízos nos investimentos - especialmente nas estatais - e com repasse compulsório e não transparente de ineficiências aos consumidores.

É importante confrontarmos a acomodação e o saudosismo de um passado que não voltará, em função da nova realidade econômica, tecnológica e social e evitarmos a atenção da continuidade de modelos insustentáveis. Precisamos todos ter a maturidade para, juntos construir o futuro. É necessário também que possamos ter uma transição que, sem comprometer os objetivos, permita o gerenciamento das expectativas e a transição entre os mundos velho e novo.

Mas é fundamental que se entenda que o futuro acolhera os que compreendam a profundidade dos novos desafios e estejam preparados para eles. O momento histórico que vivemos exige responsabilidade e que todos se reinventem a serviço do país, profissionais, empresas, partidos e governos. Esse é o desafio de nossa geração.

* Artigo originalmente publicado no jornal impresso ´Correio Braziliense´.

Fernando Coelho Filho
É Ministro do Estado de Minas e Energia
Os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores, não representando,
necessariamente, a opinião e os valores defendidos pela UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
23/02/18 - Reservatórios do Nordeste operam com 23,7% da capacidade
  - Desalento entre trabalhadores no Brasil bate recorde no final de 2017, mostra IBGE
  - Grupo Nova Aralco organiza encontro com fornecedores de cana
  - Centro-Sul processa 574,05 mil t na 1ª quinzena de fevereiro (-37,04% ante 2016/17)
  - Após período de estiagem, chuva retorna à Argentina
  - Unica: Venda de hidratado cresce 33% na primeira quinzena de fevereiro, para 614,3 mi de litros
  - Consumo de eletricidade cai 4,9% até o momento em fevereiro por Carnaval, diz CCEE
  - Petrobras prevê reduzir dívida líquida a US$ 77 bi até o fim de 2018
  - Petrobras elevará diesel em 1,25% e gasolina em 0,2% a partir de sábado
  - ANP diz que não há uma indústria do petróleo no Brasil
  - Conheça o perfil do agronegócio brasileiro
  - Safra do Centro-Sul segue com produção mais alcooleira; moagem da 1ª quinzena de fevereiro foi menor
  - Início de safra será um pouco mais alcooleiro com preços razoáveis
  - Como o volume de produção pode impactar os preços do açúcar no mercado asiático?
  - Trump convoca reunião sobre política de biocombustíveis após crise em refinaria
  - Energia elétrica contribuiu para impacto negativo no IPCA-15 de fevereiro
  - País tem 2,786 milhões de pessoas buscando trabalho há 2 anos ou mais, diz IBGE
  - Dólar segue exterior e recua ante real
  - Petróleo fecha em alta impulsionado por recuo dos estoques nos EUA
  - Segurança alimentar e força da agricultura marcam discursos da posse de Tereza Cristina
  - Consumo de energia cai 5% em fevereiro, informa CCEE
  - Ministro de Minas e Energia anuncia que vai deixar cargo para disputar eleição
  - MME cria comitê de governança digital
  - Novas energias
  - Light reduz tempo de interrupção de energia em 15% com solução de self-healing
  - MME autoriza entrada da CGH Divisa no Reidi
22/02/18 - MME admite avaliar revisão de conteúdo local para 4ª Rodada de licitação
  - Sobram razões para manter taxa no etanol dos EUA, diz Feplana no Mapa
  - Etanol/DOU: ANP altera resolução e aplica regra de estocagem de produtor a importador
  - Energias renováveis; em prol de um futuro sustentável
  - Análise Datagro: Importação de etanol no Brasil deve encerrar primeiro trimestre em queda
  - Soja: Após altas consecutivas, mercado em Chicago toma fôlego nesta manhã de 5ª na CBOT
  - Tempo seco no Rio Grande do Sul pode prejudicar produção de soja
  - Tempo: Alerta de altos acumulados nesta 5ª sobre áreas do Centro-Oeste e Matopiba; chuvas diminuem
  sobre o Sudeste
21/02/18 - Chuva compromete qualidade dos grãos em MT
20/02/18 - União prevê arrecadar R$1 bi com a venda de óleo e gás em 2018
  - Maggi decide seguir no Ministério e deixa a política em MT
  - Mar subirá 20 cm a cada 5 anos de atraso para reverter aquecimento global
  - Tempo: Alerta de tempestades, com acumulados diários de até 100 mm, em MS, PR, SC, RS e SP nesta 3ª
19/02/18 - Desburocratização é tarefa urgente para o Brasil
  - Parque solar com 330 mil painéis inicia operação na Bahia
  - Geopolítica e tecnologia
16/02/18 - Plataforma otimiza uso de recursos hídricos em bacias hidrográficas
14/02/18 - Meirelles se reúne com Temer para conversar sobre preço do gás de cozinha
09/02/18 - Governo estuda subsídio para reduzir preço do gás para famílias de baixa renda
  - Com seis usinas, parque eólico inicia operação na Bahia
08/02/18 - O petróleo volta a ser nosso
07/02/18 - Petrobrás reduz preço do gás industrial; botijão de cozinha, provavelmente, só em abril
  - Frente Parlamentar da Agropecuária dá posse à nova diretoria no dia 20
  - Descarbonização: O clima e a saúde agradecem
  - Estação de esqui usará 100% de energia renovável na Califórnia
  - RenovaBio: Política de biocombustíveis vai criar nova moeda
06/02/18 - Mais caro, mais sujo
  - Brasil adere à Agência Internacional de Energia Renovável
  - Petrobras reduz em 4,6% preço do GLP industrial e comercial a partir de terça
  - Usina solar em São Paulo já pode começar operação comercial
  - Aneel adota sistema de notificação eletrônica em seus processos
05/02/18 - Estádio do Super Bowl 2018 compensa 100% de sua energia
25/01/18 - Governo do Paraná estimula produção de energias renováveis
09/01/18 - Pesquisadores identificam gene que pode aumentar eficiência na produção de etanol
02/01/18 - Bioplásticos ameaçam sonho de expansão de petroleiras
20/12/17 - Biomassa: Retorno dos leilões de energia é positivo, mas é preciso continuidade
18/12/17 - Trouw Nutrition estreia campanha destacando frota 100% movida a etanol
  - Acordo de Paris completa 2 anos em cenário político desafiador
14/12/17 - Temperaturas anormais causam falha em programa que colhe dados do clima
13/12/17 - Enfrentamento das mudanças climáticas dependerá de ciência e políticas públicas
12/12/17 - A importância dos leilões para retomar a expansão da bioeletricidade
11/12/17 - Sinergia para tornar os biocombustíveis estratégicos no Brasil
05/12/17 - Brasil aproveita somente 14% do potencial técnico da bioeletricidade sucroenergética
16/10/17 - O desafio constante do aumento de produtividade e eficiência industrial nas usinas
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
O desafio de nossa geração
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Troféu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/