Sexta-feira, 24 de novembro de 2017
:
EDITORIAS
Agência UDOP | Açúcar | Biodiesel | Cana-de-Açúcar | Combustíveis Fósseis | Diversas | Economia | Energia | Espaço Datagro
Etanol | Fórum de Articulistas | Investing.com | Investing.com Internacionais | Opinião | TV UDOP | Últimas Notícias
Combustíveis Fósseis Aumentar a letra    Diminuir a letra
Vendas de combustíveis da Petrobras recuam 5,2% no 3º tri; as de diesel caem 10%  

14/11/2017 - O volume de derivados de petróleo vendido pela Petrobras no mercado interno somou 1,886 milhão de barris ao dia no terceiro trimestre, queda de 5,2 por cento na comparação com a média do mesmo período do ano passado, com a empresa enfrentando a concorrência do produto importado pelos concorrentes.

As vendas de diesel (combustível mais vendido no país) da Petrobras caíram 10 por cento, para 672 mil barris ao dia, enquanto as de gasolina recuaram para 450 mil barris/dia, ante 459 mil no mesmo trimestre de 2016.

Uma das explicações dadas por executivos da companhia, durante comentários dos resultados financeiros divulgados nesta segunda-feira, foi a perda de mercado de combustíveis, com a empresa ainda lidando para calibrar sua política de preços diante de uma concorrência forte, com rivais realizando elevadas importações em um mercado ainda em recuperação da crise econômica.

"Nós perdemos mercado porque vivemos uma nova realidade que é positiva para o país, mas isso tem impacto no nosso resultado, que é o aumento das importações", disse a jornalistas o presidente da Petrobras, Pedro Parente.

As importações de derivados e petróleo pela Petrobras somaram 336 mil barris ao dia, ante 341 mil no segundo trimestre e 352 mil no mesmo período do ano passado. Desse total, as importações de petróleo responderam por 136 mil barris no terceiro trimestre.

A Petrobras não comentou sobre as importações dos concorrentes.

"Estamos atentos a isso, a esse tema, e vamos tomar as iniciativas necessárias para recuperar esse `market share´, mas sem dúvida isso tem impacto no nosso resultado. Mas não podemos dizer que somos monopolistas", adicionou.

Ao ser questionado como a empresa poderia recuperar fatias de mercado que foram perdidas, Parente afirmou que a empresa enfrenta uma nova realidade "que não conhecia, que é a de existir competição".

"Isso temos enfrentar com garra", avaliou.

Na média do ano, de toda a oferta de gasolina no país, a Petrobras respondeu por 76 por cento, mas no terceiro trimestre o índice foi de 73 por cento, disseram executivos a jornalistas.

A redução ocorreu justamente após o ajuste fino feito na política de preços em julho deste ano.

A companhia instituiu a sua política de preços de combustíveis em outubro do ano passado, com ajustes pelo menos uma vez por mês, o que não foi suficiente para lidar com os concorrentes.

Assim, desde meados deste ano, as alterações no preços passaram a ocorrer quase que diariamente.

Mesmo com a perda de mercado, a política de preços pode ser considerada bem-sucedida, de acordo com o CEO da empresa.

"Se essa política não estivesse da forma como está, poderia haver um estímulo ainda maior de importações...", frisou Parente, acrescentando que a mudança recente evitou uma perda maior de mercado.

O executivo atribuiu ao governo, devido ao aumento de tributos (PIS/Cofins), a alta nos preços dos derivados mensuradas nos últimos meses no mercado interno.

Segundo Parente, de meados de outubro de 2016 a outubro deste ano, a variação no preço da gasolina por conta dos ajustes feitos pela petroleira foi da ordem de 1,4 por cento, enquanto que o impacto dos tributos foi de 21,1 por cento.

No caso do diesel, o aumento a ser atribuído a Petrobras é de 4,1 por cento enquanto a alta atribuída aos tributos chega a 14,6 por cento.

"A grande variação de preços no período tem a ver com tributos."

13/11/17
Rodrigo Viga Gaier, Roberto Samora e Marta Nogueira

Fonte: Reuters
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notícias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notícias Relacionadas
24/11/17 - Excesso de chuvas pode reduzir ainda mais safra de grãos no PR
  - Petrobras corta preço da gasolina em 1,8% após duas altas consecutivas
  - RenovaBio pode começar a funcionar a partir de 2019
  - Ecorodovias diz que caixa está robusto e perfil de dívida está confortável
  - Endividamento das famílias cai a 41,4% em setembro, revela BC
  - Petrobras anuncia queda de 1,80% no preço da gasolina e de 0,50% no diesel
  - Grandes do petróleo brigam na China e azarão quer 2º lugar
  - Empresas da China, Índia e Irã conversam sobre refinaria de até US$10 bi no país
  - Soja volta do feriado nos EUA operando com leves quedas em Chicago nesta 6ª feira
  - Sauditas devem disputar mercado de petróleo após IPO da Aramco, diz JP Morgan
  - Rússia segue como maior fornecedor de petróleo da China pelo 8° mês
  - Dólar fecha 3ª semana de queda e vai a R$3,23, com maior otimismo sobre Previdência
Para enviar a notícia, basta preencher o formulário abaixo.
Todos os campos são de preenchimento obrigatório!
 
Vendas de combustíveis da Petrobras recuam 5,2% no 3º tri; as de diesel caem 10%
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatário:
E-mail destinatário:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentário:
 
Se não consegue ler a palavra, clique aqui.
Digite a palavra:
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa História
• Missão, Visão e Objetivos
• Medalha da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Apoio Cultural
• Contatos
Institucional

• Comitês de Gestão
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Agenda
• Aulas/Palestras
• Comitês de Gestão
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminário/Workshop
• Apoio Cultural
Imprensa

• Agência UDOP de Notícias
• Últimas Notícias
• Fórum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mídias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produção Brasileira
Serviços

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendário de Eventos
• Guia de Empresas
• Índice Pluviométrico
• Pesquisas UDOP
• Previsão do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrográficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento:
/