Quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019
:
EDITORIAS
Agncia UDOP | Acar | Biodiesel | Cana-de-Acar | Combustveis Fsseis | Diversas | Economia
Energia | Espao Datagro | Etanol | Frum de Articulistas | Opinio | TV UDOP | ltimas Notcias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Greve e frete podem tirar at 30% da receita de exportadores de gros  

06/07/2018 - A greve dos caminhoneiros e a indefinio sobre o tabelamento do frete rodovirio devem causar perdas de 10% a 30% na receita dos exportadores de gros no Brasil neste ano. Foi o que afirmou o conselheiro da Associao Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), Luiz Barbieri, para quem a situao um dos principais pontos de incerteza para o setor no momento.

"O tabelamento do frete preocupa muito porque atinge todos os setores da economia e diretamente o nosso, de exportadores de commodities. Se pode tabelar o frete, o que vem depois?", questionou, em entrevista coletiva no 8 Encontro de Previso de Safra Anec/Anea, que reuniu exportadores de cereais e de algodo, em So Paulo (SP).

Segundo ele, os exportadores de gros sofreram um duplo impacto com a greve dos caminhoneiros. O primeiro foi o dos mais de dez dias sem movimentao de cargas, que causou perda de receita para o setor. O segundo est na diferena em que o que era estimado em relao ao custo do transporte e ao que pode ser definido com o chamado tabelamento.

"Faz 60 dias que a gente no faz mais nada do que ficar preocupado com o tabelamento do frete. A greve trouxe um impacto significativo nos resultados dos associados da Anec", afirmou Barbieri.

Ele pontuou, no entanto, que os exportadores esto conseguindo movimentar soja rumo aos terminais de exportao. Como comeou a colheita do milho, a necessidade de escoar o que ficou represado nos armazns deu suporte ao frete, em patamares superiores aos valores de referncia proposta pela Agncia Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

"Cada associado tem trabalhado de uma forma. Como h um entendimento jurdico de que no tem uma tabela vlida, h os que esto praticando preos de mercado. Tem empresas que no entendem dessa forma e no esto transportando", relatou o conselheiro da Anec.

O problema maior est no frete de retorno, quando so trazidos os fertilizantes necessrios para o plantio da prxima safra. Situao que coloca mais um ponto de incerteza sobre a safra 2018/2019, que ainda ser plantada. "O produtor rural percebeu que a rentabilidade da safra que vai ser plantada est comprometida. Tem um risco enorme para a cadeia, do impacto sobre a tecnologia no prximo plantio", disse Barbieri.


China x EUA

Outra situao que ainda traz incerteza a tenso comercial entre os Estados Unidos e a China, que deve ganhar novos desdobramentos, nesta sexta-feira (6/7). Para a Anec, as consequncias sobre o mercado dependero da intensidade das medidas a serem adotadas. Luiz Barbieri lembrou que ainda no h como saber como as cadeias globais iro se reorganizar em funo dessa guerra comercial. No caso do Brasil, passar a ser o nico fornecedor de soja em gro para o maior comprador global pode no ser de todo positivo.

"Por um lado, fica a celebrao, mas isso atrapalha a indstria de processamento local, a indstria de carnes. Para o Brasil, o melhor ter uma cadeia agroindustrial complexa e essa disputa vai contra a complexidade da nossa cadeia", diz ele. "Essa volatilidade poltica tira o norte e prejudica a atividade econmica. No se sabe de pode comprar hoje porque no se sabe se vai vender amanh", acrescentou.

possvel que o Brasil venda mais soja em gro para atender demanda da China e compre dos Estados Unidos para atender demanda interna. A exemplo do que j est sendo feito pela Argentina, atingida por uma forte quebra de safra e que vem comprando dos americanos.

Luiz Barbieri acredita que o volume importado pelo Brasil pode varia de 500 mil a um milho de toneladas, um movimento que pode ocorre at outubro. mais uma questo que depende de como vai ser a relao entre China e Estados Unidos. Se a soja americana no entrar no mercado chins uma situao. Se entrar com sobretaxa outra", disse ele.

Apesar desses pontos de incerteza, a consultoria Agroconsult mantm sua expectativa de exportao de soja do Brasil para este ano em 73,5 milhes de toneladas. Considerando o calendrio internacional, de setembro de um ano a agosto do seguinte, pode chegar a 76 milhes de toneladas, um novo recorde. A safra 2017/2018 estimada pela consultoria em 119 milhes de toneladas

" um volume de exportao bastante significativo. A controvrsia entre Estados Unidos e China cria uma perspectiva de alongamento da presso exportadora de soja brasileira porque teria a substituio de parte da soja americana. Tem esse aspecto positivo e o frete, que um aspecto negativo. Por isso, no alteramos nosso nmero", disse Andr Pessoa, scio diretor da Agroconsult, durante a coletiva de imprensa.

Em relao aos preos da soja, ele destacou que as cotaes de Chicago tiveram uma alta em funo da quebra de safra da Argentina, mas caiu em funo das boas condies da safra americana. Mantida a situao constante, sem a guerra comercial, o vis seria baixista na bolsa americana, principal referncia internacional. Havendo uma retaliao restrita, como uma tarifao de 25% dos chineses contra o gro americano, a tendncia de uma cotao em torno de US$ 9 por bushel.

Pessoa pontuou, no entanto, que o mercado est funcionando e sinalizando a situao nos preos internacionais e prmios pagos pela soja brasileira. "Do meu ponto de vista, a gente acabou perdendo pouco. Mas nesses ltimos 45 e 60 dias, tivemos poucos negcios para o ano que vem. Estamos falando de movimentos que so quase tericos e no prtica no houve negcios", ressaltou.

Resolvida a questo dos preos e prmios, a questo do frete passa a ser o principal problema para o originao do gro no Brasil. "Podemos ainda enfrentar essa questo do frete no definida, impedindo uma formao de preos mais transparente e clara para 30, 45, 60 dias. Em algum momento, o mercado vai ter que definir o frete para rolar os contratos. possvel que se comece a plantar a prxima safra sem uma clareza de preo quando o mercado voltar a operar na prtica", explicou.

05/07/18
Raphael Salomo

Fonte: Globo Rural
Notcias de outros veculos so oferecidas como mera prestao de servio
e no refletem necessariamente a viso da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notcias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Para enviar a notcia, basta preencher o formulrio abaixo.
Todos os campos so de preenchimento obrigatrio!
 
Greve e frete podem tirar at 30% da receita de exportadores de gros
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatrio:
E-mail destinatrio:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentrio:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa Histria
• Misso, Viso e Objetivos
• Trofu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comits de Gesto
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Comits de Gesto
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Frum de Implementao Tecnolgica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminrio UDOP de Inovao
Imprensa

• Agncia UDOP de Notcias
• ltimas Notcias
• Frum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mdias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produo Brasileira
Servios

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendrio de Eventos
• Guia de Empresas
• ndice Pluviomtrico
• Pesquisas UDOP
• Previso do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrogrficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/