Domingo, 17 de fevereiro de 2019
:
EDITORIAS
Agncia UDOP | Acar | Biodiesel | Cana-de-Acar | Combustveis Fsseis | Diversas | Economia
Energia | Espao Datagro | Etanol | Frum de Articulistas | Opinio | TV UDOP | ltimas Notcias
Diversas Aumentar a letra    Diminuir a letra
Ferrovia desafoga as safras do Norte  

10/07/2018 - Em um dos mais novos e relevantes corredores logsticos do agronegcio brasileiro, ligando a produo de Mato Grosso, Tocantins e Maranho ao Porto de Itaqui, na capital maranhense, a safra de gros escoada cada vez mais por ferrovia, principalmente nas distncias acima de 1.000 quilmetros. Entretanto, na regio de Balsas (MA), principal polo agrcola maranhense, a cerca de 800 quilmetros do porto, a dependncia ainda do modal rodovirio.

No corredor que leva capital maranhense, as estradas ganham primazia por causa do valor do frete. E tambm porque os caminhes podem retornar carregados de insumos, o que no ocorre com os trens, que costumam voltar sem carga agrcola. Nesse modal, as crticas em relao precariedade da infraestrutura das estradas estaduais e federais superam de longe os avanos em novos terminais. Mesmo as estradas mais movimentadas so do tipo pista simples, estreitas, mal sinalizadas, quase sempre sem acostamento nem sinal de GPS, com muitos trechos em mal estado de conservao.

Nos ltimos anos, a ferrovia vem ganhando importncia na regio. Iniciada em 2015, a operao de transporte de carga agrcola por trem, na Ferrovia Norte-Sul, a partir dos terminais da concessionria VLI no Tocantins cresceu 40% desde ento, com ganhos de gesto reconhecidos por produtores e profissionais de logstica, desde o recebimento das cargas at o desembarque no porto. Com boa capacidade instalada, tende a ganhar peso nas prximas safras.

No terminal de integrao da VLI em Palmeirante, que fica no norte do Estado, s margens do Rio Tocantins, a VLI recebe a soja dos caminhes e carrega comboios de at 160 vages, ou 15.000 toneladas de gros, sete dias por semana. Segundo a empresa, a maior operao do gnero na Amrica Latina, parte do investimento de R$ 9 bilhes que a companhia fez na concesso do corredor logstico Centro-Norte, ligando a Ferrovia Norte-Sul ao Porto de Itaqui.

Por utilizar o sistema de manobra dos vages conhecido por pera, a VLI reduziu o tempo de carregamento da composio ferroviria de trs dias para at quatro horas. "Estamos satisfeitos com esse investimento porque, ao contrrio do que costuma ocorrer na infraestrutura logstica, nesse caso estamos conseguindo acompanhar a evoluo da demanda, na verdade, fomentando o desenvolvimento do agronegcio", diz Igor Figueiredo, gerente geral de agronegcio da VLI. "Compramos mais 240 vages de novas locomotivas no ano passado, pois vamos continuar crescendo."

O transporte de gros pela ferrovia passou de 4 milhes, em 2015, para 5,8 milhes de toneladas, em 2017. Em 2016, por causa da quebra da safra, o volume foi menor, de 3,2 milhes de toneladas. Segundo a VLI, a opo ferroviria, a partir do terminal de Palmeirante, representa um frete 50% menor que o rodovirio.

Estacionados em um ponto de apoio aos motoristas, na vizinha Colinas do Tocantins, a cerca de 30 quilmetros do terminal ferrovirio de Palmeirante, dezenas de caminhes aguardavam na fila para serem chamados para entrar no ptio da empresa, de onde seguem para finalmente descarregar os gros.

Esse trecho de rodovia estadual, sob a gesto do governo do Tocantins, uma viagem de 30 quilmetros, quase nada perto das distncias viajadas para chegar at ali, em geral acima de 900 quilmetros. Mas o pssimo estado de conservao, sem sinalizao e com uma quantidade incontvel de buracos, faz o tempo de viagem chegar a uma hora para os caminhoneiros, s vezes mais que isso, conforme o volume de chuvas.

Como no incio deste ano choveu bastante, a situao ficou crtica ao longo de toda a safra, segundo os motoristas. No caso dos caminhes, particularmente ruim o tamanho reduzido das faixas, alm da ausncia de acostamento e pontos com desnvel de pistas.

09/07/18
Luiz Antonio Cintra

Fonte: Globo Rural
Notcias de outros veculos so oferecidas como mera prestao de servio
e no refletem necessariamente a viso da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notcias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Notcias Relacionadas
15/02/19 - SP lana 1 concesso de rodovias do governo Doria
  - Governo de SP anuncia sua maior concesso de rodovias, com R$ 9 bi de investimento
14/02/19 - Portos movimentaram 1,117 bilho de toneladas de cargas em 2018
13/02/19 - Concessionrias de rodovias tentam barrar reduo de pedgio na Justia
12/02/19 - Movimentao de cargas no Porto de Paranagu cresce 20% em janeiro
Para enviar a notcia, basta preencher o formulrio abaixo.
Todos os campos so de preenchimento obrigatrio!
 
Ferrovia desafoga as safras do Norte
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatrio:
E-mail destinatrio:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentrio:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa Histria
• Misso, Viso e Objetivos
• Trofu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comits de Gesto
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Comits de Gesto
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Frum de Implementao Tecnolgica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminrio UDOP de Inovao
Imprensa

• Agncia UDOP de Notcias
• ltimas Notcias
• Frum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mdias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produo Brasileira
Servios

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendrio de Eventos
• Guia de Empresas
• ndice Pluviomtrico
• Pesquisas UDOP
• Previso do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrogrficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/