Segunda-feira, 25 de maro de 2019
:
banner
EDITORIAS
Agncia UDOP | Acar | Biodiesel | Cana-de-Acar | Combustveis Fsseis | Diversas | Economia
Energia | Espao Datagro | Etanol | Frum de Articulistas | Opinio | TV UDOP | ltimas Notcias
Economia Aumentar a letra    Diminuir a letra
Brasil tem potencial para dominar comrcio agrcola mundial at 2050  

14/06/2018 - O Brasil vai dominar o agronegcio mundial em 2050, mas antes ter que derrubar algumas barreiras impostas pelos exportadores, especialmente os chineses. A previso do presidente da indstria de mquinas agrcolas John Deere no Brasil, Paulo Herrmann, e tem como base, alm de sua experincia, as projees de crescimento dos PIBs das principais economias do mundo feitas por uma grande consultoria internacional. "Na indstria, estou convicto de que o domnio ser dos chineses. J no setor de servios, ningum vai estar frente dos indianos", afirmou Paulo para uma plateia de quase 2 mil pessoas durante o 8 Congresso Brasileiro da Soja, que se realiza em Goinia.

Dono do oitavo maior PIB do mundo hoje, o Brasil, segundo o executivo, deve avanar para o sexto lugar em 2050, mais que triplicando sua economia, que passa dos atuais US$ 2 trilhes para U$ 6,5 trilhes. S ser superado por China, que crescer quatro vezes e atingir U$ 50 trilhes, Estados Unidos (U$ 34 trilhes), ndia (U$ 28 trilhes), Indonsia (U$ 7,3 trilhes) e Japo (U$ 6,8 trilhes). A Alemanha ficar atrs do Brasil, com U$ 6,1 trilhes. "Nos vingaremos dos 7 a 1", disse o executivo, arrancando sorrisos do pblico.

"O agronegcio brasileiro est muito bem estruturado, o nico pas que tem potencial de dobrar sua produo, mantendo a preservao de 66% do territrio nacional, e ter o enorme desafio de alimentar chineses e indianos cheios de dinheiro e dependentes da importao de alimentos."

Segundo Paulo, a China, com garantia de mo de obra barata para suas indstrias, maior qualidade nos produtos e escala, no tem interesse em investir na produo de alimentos. Mesmo porque lhe faltam aptido, terra de boa qualidade e gua. Mas, ele alerta que os chineses, com tradio milenar de negociar, sero importadores muito exigentes e vo esconder o volume de seus estoques de alimentos. "Precisamos deixar de ser ingnuos nas negociaes. Hoje, as barreiras impostas pelos pases importadores so as alquotas, mas elas esto com os dias contados no comrcio mundial." Em seguida, vm as barreiras sanitrias, e o Brasil tem "cado como patinho" nessa armadilha, com seu sistema de vigilncia frgil. Quando o Brasil se adaptar para derrubar isso, vir a salvaguarda ambiental.


Depois de trs revolues

Para comprovar que o pas est capacitado para dominar o agronegcio mundial, o executivo citou as trs grandes revolues da agricultura brasileira nas ltimas dcadas. A primeira, na dcada de 70, instituiu o plantio direto, apesar da torcida contra das indstrias de mquinas e da academia. Nos anos 90, surgiu a segunda safra (exclusiva do Brasil) e a reduo drstica do ciclo da soja de 150 dias para cerca de 90 dias. A terceira revoluo, que estamos vivendo, a adoo da ILPF, "uma pistola de trs canos (soja, milho e boi, mais o eucalipto como reserva)" que resulta em um uso mais eficiente da terra, da mo de obra e do maquinrio. A quarta, tambm j em curso, a revoluo digital, com a agricultura de preciso, inteligncia artificial e big data.

Para o presidente da John Deere, os grandes desafios do agronegcio hoje so a conectividade, a harmonia geracional, que consiste em atrair de volta ao campo o jovem para ajudar na adoo da tecnologia e para suceder o pai, e a equiparao entre tecnologia e capacitao/ensino. "A tecnologia avanou como um coelho nos ltimos anos, mas a capacitao andou a passos de tartaruga", compara Paulo. Segundo ele, as grandes universidades tm muita culpa nisso porque fazem de suas grades curriculares "vacas sagradas". Para exemplificar, ele diz que no h matrias de inteligncia artificial nas universidades e faltam cursos rurais.

Outros entraves a serem vencidos so o da extenso rural e da alta rotatividade da mo de obra. " preciso redesenhar o modelo e tornar a exenso rural menos assistencialista e mais eficiente." Para a questo da dificuldade dos fazendeiros em reter funcionrios, Paulo sugere mais investimento em capacitao, pagamento de melhores salrios e uma real repartio de lucros.

O executivo deixou ainda uma alerta para os brasileiros do agronegcio: "Se a gente no produzir os alimentos necessrios ao mundo, podem ter certeza de que os chineses viro comprar nossos terras e produzir eles mesmos."

13/06/18
Eliane Silva

Fonte: Globo Rural
Notcias de outros veculos so oferecidas como mera prestao de servio
e no refletem necessariamente a viso da UDOP.
Enviar por e-mail Imprimir
Clipping de Notcias UDOP
Inscreva-se e receba as novidades do setor.
    
Para enviar a notcia, basta preencher o formulrio abaixo.
Todos os campos so de preenchimento obrigatrio!
 
Brasil tem potencial para dominar comrcio agrcola mundial at 2050
 
Seu nome:
Seu e-mail:
Destinatrio:
E-mail destinatrio:
(separe mais de um e-mail por ,)
Comentrio:
 
 
A UDOP

• Associadas
• Associe-se
• Estrutura Administrativa
• Nossa Histria
• Misso, Viso e Objetivos
• Trofu da Agroenergia
• Serviços Prestados
• Vídeo Institucional
• Contatos
Institucional

• Comits de Gesto
• Convênios e Parcerias
• Legislação
• Sustentabilidade
UniUDOP

• A UniUDOP
• Comits de Gesto
• Congresso Nacional da Bioenergia
• Frum de Implementao Tecnolgica
• Pós-Graduação
• Qualifica
• Seminrio UDOP de Inovao
Imprensa

• Agncia UDOP de Notcias
• ltimas Notcias
• Frum de Articulistas
• Galerias de Fotos
• Mdias Sociais
• RSS
• TV UDOP
• Apoio Cultural
• Contatos
Dados de Mercado

• Boletins
• Comércio Exterior
• Consecana
• Cotações
• Indicador - Açúcar
• Indicador - Etanol
• Produo Brasileira
Servios

• Biblioteca Virtual
• Bolsa de Empregos
• Bolsa de Negócios
• Calendrio de Eventos
• Guia de Empresas
• ndice Pluviomtrico
• Pesquisas UDOP
• Previso do Tempo
• Usinas/Destilarias
Mapas

• Usinas/Destilarias
• Bacias Hidrogrficas
UDOP - União dos Produtores de Bioenergia
Praça João Pessoa, 26 - Centro - 16.010-450 - Araçatuba/SP - tel/fax: +55 (18) 2103-0528

2012 - Todos os direitos reservados

POLÍTICAS DE PRIVACIDADE
Desenvolvimento:
/