Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Bolsonaro zera alíquotas de impostos sobre importação do milho até o fim de 2021
Segundo o Ministério da Agricultura, a medida deverá proporcionar queda do preço do milho em torno de R$ 9 por saca
Publicado em 23/09/2021 às 08h06
Foto Notícia
A Secretaria-Geral da Presidência informou nesta quarta-feira, 22, que o presidente Jair Bolsonaro assinou Medida Provisória (MP) que zera alíquotas de impostos que incidem na importação de milho até o fim do ano.

Segundo a pasta, a MP zera a alíquota da Contribuição para os Programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP) e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) incidentes na importação do milho classificado na posição 10.05 da Tabela de Incidência do IPI -- TIPI, até 31 de dezembro de 2021.

Milho

Segundo nota oficial, a justificativa para a medida encontra-se na necessidade de aumentar a importação de milho devido à sua escassez no mercado interno, em razão de problemas climáticos, atrasos na colheita de verão e na semeadura da segunda safra e, ainda, pelos baixos níveis de estoque.

"Ressalta-se ainda a importância do milho na cadeia produtiva como insumo agrícola, especialmente na agroindústria, em setores como a avicultura e a suinocultura. A renúncia dessa receita será compensada com o aumento de IOF anunciado por meio do Decreto nº 10.797, de 16 de setembro de 2021, em atendimento à determinação do artigo 14 da Lei de Responsabilidade Fiscal", divulgou a pasta.

Na última semana, a redução dos impostos sobre a importação de milho já tinha sido confirmada pelo Ministério da Agricultura. Segundo o secretário executivo da pasta, Marcos Montes, informou na ocasião, a medida deverá proporcionar queda do preço do milho em torno de R$ 9 por saca.
Fonte: Canal Rural
Notícias de outros veículos são oferecidas como mera prestação de serviço
e não refletem necessariamente a visão da UDOP.