Este site utiliza cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência. Ao continuar navegando
você concorda com nossa política de privacidade. Política de Privacidade

Facebook
Instagram
Linkedin
Twitter
Youtube
Fale Conosco
Você pode ser um grande orador!
O que é necessário para se tornar um bom orador?
Publicado em 29/09/2021 às 09h46
Foto Notícia
Quantos bons oradores você conhece? Você é orador? Para responder essas questões vamos primeiramente entender o que é ser orador.

Orador é quem ora, se comunica, principalmente pela palavra, mas também pela escrita. Quem ora está fazendo uma oração, se comunicando, de maneira que a pessoa que se comunica está em um ato de oração.

Por hábito nos acostumamos a achar que orar, fazer uma oração é quando rezamos, porém, na prática oração é quando nos comunicamos, quando passamos para uma ou mais pessoas mensagens, que podem ser boas ou ruins.

Neste ponto, já deu para entender que, queira ou não queira você é um orador. Você fica em oração (comunicação) o tempo todo, com outras pessoas e principalmente com você mesmo, neste caso basta observar o teor de seus pensamentos. Mas o que importa para você é saber se você é um bom ou um mau orador, e para isso vamos explicar.

Para você se comunicar, alguns requisitos precedem sua oração, ou seja:

1º - Você precisa pensar no que vai comunicar;

2º - Para pensar, você deve ter consciência (conhecimento ou saber) principalmente do motivo e da intenção que o está levando a se comunicar, e para isto é necessário saber ouvir e estudar sobre o tema de sua oratória.

Feito isto, você estará apto a se comunicar, não esquecendo que a comunicação tem mão dupla: a que sai do orador, que por sinal é o primeiro a usufruir de sua própria oração (que pode ser boa ou ruim), e a que volta do interlocutor, a qual é muito importante o orador saber ouvir sem preconceito, e com intenção de entendimento e não de confronto, pois o confronto exacerba o orgulho e a vaidade, e obscurece a razão.

Seguindo essa linha, para ser um bom orador são importantes alguns cuidados, tais como: ter humildade; passar as mensagens com o intuito benevolente; ser paciente; transmitir passando firmeza e segurança; ser carinhoso, com fala mansa; ser alegre e otimista; e principalmente ter amor no coração. É interessante que na palavra coração já está embutida a palavra "oração", que por si só já define todos os atributos que devem conter em uma boa comunicação, e também a palavra "ação", que é uma atitude de agir, atuar sobre algo.

Vale a pena ressaltar que quando nos comunicamos todo o nosso corpo participa, não adianta querermos dissimular, pois se formos incoerentes e tendenciosos, nossos gestos, nossa postura, a energia e magnetismo que transmitirmos irá nos denunciar, e consequentemente nossa fala soará falsa e sem efeito, e nossa escrita facilmente será contestada e cairá em descrédito.

Agora você já sabe que é um orador nato! Basta avaliar se é um bom ou mau orador, se auto questionando como você tem se comunicado quando está orando para uma coletividade; ou em uma simples reunião, seja ela profissional, social ou familiar; quando na conversação individual com outra pessoa; ou principalmente quando conversar consigo mesmo.

Se você já é um bom orador, parabéns! Continue se aprimorando! Mas se ainda não está satisfeito consigo mesmo, treine, pratique, que com o tempo atingirá essa meta e todos os benefícios que dela advém.

Pense nisso.


Até a próxima e muita paz!


Renato Fazzolari
Diretor Geral - AGRHO Recursos Humanos, Psicólogo Organizacional, Terapeuta Transpessoal, Professor Universitário (PUC) e Palestrante.
Os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores, não representando,
necessariamente, a opinião e os valores defendidos pela UDOP.
Últimos Artigos
Foto Articulista
RENATO FAZZOLARI
Selecionar - Quais os cuidados que se deve ter?
Publicado em 25/11/2021
Foto Articulista
MARCOS FAVA NEVES
Incríveis os Preços ao Setor de Cana
Publicado em 17/11/2021
Foto Articulista
RENATO FAZZOLARI
Ensinar X Aprender
Publicado em 16/11/2021
Foto Articulista
RENATO FAZZOLARI
Cargos iguais, salários iguais
Publicado em 16/11/2021